sábado, 27 de abril de 2013

Atletas de atitude no Open

São Paulo, SP - No Open Internacional de Atletismo e Natação, alguns desportistas mostraram muita força. No Complexo do Ibirapuera, na classe T-12, quem brilhou foi Diogo Ualisson. Dioguinho, como é conhecido, ganhou dois ouros nos dois primeiros dias. Luciano Cesar, nos 200m T-13, mostrou competência ao levar para casa a prata. Na F-35, Marivana Oliveira fez boa marca no arremesso de peso (8m12). Alice Correa terminou a competição com duas pratas, nos 100m e 200m T-12, sempre ao lado do fiel escudeiro, o atleta-guia e técnico Diogo Cardoso. Nas piscinas do clube do Corinthians, nos 100m peito multiclasses SB-5/SB-6/SB-7, Susana Schnarndorf conquistou a medalha de ouro, com o tempo de 1min43s64. Na sexta-feira, segundo dia do Aberto, Susana venceu os 400m livre S-7 e Caio Amorim triunfou na classe S-8 também nos 400m livre. As provas do Open Internacional contaram com a presença de 300 atletas de vários países (Brasil, Inglaterra, Estados Unidos, Argentina, Venezuela, Angola e até Japão) em busca de índices para os mundiais das duas modalidades que serão realizadas no segundo semestre deste ano. O de atletismo acontece de 20 a 29 de julho, em Lyon, na França, enquanto o da natação vai de 11 a 17 de agosto, em Montreal, no Canadá. // Fonte: Superar Esportes

Gigantes brilham no Ibirapuera

São Paulo, SP - Outros craques do Atletismo brilharam no Complexo Esportivo do Ibirapuera no Open Internacional, realizado até sábado, dia 27. Leonardo Amâncio ganhou sua segunda medalha. Dessa vez, foi ouro no arremesso de peso F-58, com a marca de 13m13, superando Evanílson Raul, com 12m64. Na quinta-feira, Gigante, como é conhecido, ficou com a prata no lançamento de disco. Jorge Luiz Chocolate(foto)levou o bronze nos 400m T-13, com o tempo de 54s35. Davi Wilker venceu a prova, com 53s22, seguido do angolano Jacob Domingos, com 54s33. Foi a terceira medalha do velocista na competição, que conquistou uma prata e dois bronzes no total. “Estou feliz com esses resultados. As medalhas e as conquistas de índices me deixaram muito satisfeito. Sinto que estou no caminho certo. A medalha de prata nos 100m me emocionou, pois fiquei próximo do vencedor da prova, Andre Luiz, que tem muita experiência em disputá-la. Estou correndo agora como atleta e não mais como atleta-guia. Existe um período de adaptação. Já consegui bons tempos”, disse Chocolate, que ao completar os 100m T-13 aplaudiu o esforço dos rivais e o próprio em uma demonstração de espírito esportivo. FONTE: Superar Esportes

Aulas de mestres no atletismo e na natação

São Paulo, SP - O Open Para(o)límpico Internacional de Atletismo e Natação revelou novos talentos, mas também foi a confirmação da grande fase de atletas consagrados. Quem fez excelentes marcas no Complexo Ícaro de Castro Melo, no Ibirapuera, nos dois primeiros dias do Aberto, foi o velocista Alan Fonteles. Na quinta-feira, derrubou o recorde brasileiro, dele mesmo, na prova dos 100m da classe T-44 e quase bateu o recorde mundial (10s91) com o tempo de 10s95. Já na sexta-feira, o atleta encerrou a participação na competição com o ouro nos 200m, com 21s99. Shirlene Coelho, ouro nos Jogos de Londres no lançamento de dardo, também brilhou no Open. Neste sábado, dia 27, no campo do Ícaro de Castro Melo, superou seu próprio recorde, o brasileiro(10m60), ao atingir 10m62. Na natação, disputada no clube do Corinthians, Daniel Dias (classe S-5) levou o segundo ouro na competição, ao vencer nos 50m livre (33s31). O nadador conquistou a primeira medalha de ouro nos 100m livre. Nos 50m livre S10, pódio 100% brasileiro com Andre Brasil, Phelipe Rodrigues e Gabriel Tomelin. Andre nadou em 24s24 e Phelipe ficou com a prata (24s51), seguido por Gabriel Tomelin (27s31). No ranking final, Daniel Dias foi o melhor atleta da competição e Andre Brasil, o segundo. Phelipe Rodrigues ficou na terceira posição./// Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro / Foto: Paulo Vitor Ferreira

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Natação no Open Internacional

A sede da natação no Open Paralímpico Internacional, em São Paulo, é no clube do Corinthians. Caio Amorim, da classe S-8, ganhou os 400m livre com o tempo de 4min49s92. A prata ficou com William Roberto (5min17s67). Na terceira posição, Jean Gomes conquistou o bronze, com 5min32s56. Nos 400m da classe S-7, Susana Schnarndorf triunfou sobre Beatriz Rodrigues. Susana fez 6min07s00. Já Beatriz terminou a prova com 6min23s88.

Destaques do Atletismo no OPEN INTERNACIONAL

No segundo dia do OPEN Paralímpico Internacional de Atletismo e Natação, o destaque no Complexo Esportivo do Ibirapuera foi o velocista Alan Fonteles. Nos 200m T-44, Alan Fonteles venceu a prova, com o tempo de 23s41. Renato Nunes ficou em segundo, com 26s26. O norte-americano Richard Browne não participou da prova por razões desconhecidas. Segundo algumas fontes, Richard estava com o visto vencido. Nos 200m T-11, para variar, Felipe Gomes, conquistou o ouro, com 23s41. O angolano José Sayovo ficou com a prata, com 24s00. Jesus Diaz completou o pódio, com 24s63. Nos 200m T-46/T-47, Antônio Delfinho ganhou com o tempo de 23s37. Bruno Marins ficou na segunda colocação, com 23s59. O argentino Manuel Cortajerena levou o bronze, com 24s14. No feminino, nos 200m T-13, Gabriela Mendonça levou o ouro, com 27s66. Indayana Martins ficou na segunda colocação, com 30s39. Nos 200m T-11, Jhulia Santos ganhou com 27s73. Renata Teixeira chegou em segundo lugar, com 28s84. A angolana Maria Gomes completou o pódio, com 28s98. Também nos 200m, mas na classe T-12, vitória estrangeira. A inglesa Elizabeth Clegg venceu com 25s98. A revelação Alice Correa chegou na segunda posição, com 26s82. Ana Tércia chegou logo depois de Alice, com 28s30. No salto em distância na classe T-44, a japonesa Mami Sato conquistou o ouro, com a marca de 5m02. Raimunda da Silva terminou com a prata, com 2m74.

Open de Atletismo e Natação

São Paulo, SP - O Open Internacional Paralímpico de Atletismo e Natação está sendo disputado até sábado, dia 27. O atletismo tem como sede o Complexo Esportivo Ícaro de Castro Melo, o popular Ibirapuera, e as provas de natação acontecem no clube do Corinthians. Na natação, destaque para Edênia Garcia. De acordo com o site do Comitê Paralímpico Brasileiro, Edênia, prata nos 50m costas S-4 nos Jogos de Londres, aumentou pouco mais de um segundo o tempo feito no ano passado na capital inglesa nessa mesma prova. “Foi muito bom porque estávamos pensando que o tempo iria subir pelo menos cinco segundos, e isso não aconteceu. Estou treinando forte es início de ano é natural cair um pouco o rendimento. Estou feliz com o meu resultado”, disse a atleta.Nesta quinta-feira, a modalidade teve provas classificatórias. No Atletismo, nos 100m multiclasses T-46/47, Claudemir Santos venceu com o tempo de 11s66. Bruno Martins ficou na segunda posição, com 11s74. Completou o pódio o argentino Manuel Cortajerena, com 11s85. /// Com informações do CPB.

Open de São Paulo tem disputa acirrada entre brasileiros e estrangeiros

São Paulo, SP - O primeiro dia do atletismo do Open Paralímpico Internacional de Atletismo e Natação, na cidade de São Paulo, já teve quebra de recorde do grande velocista Alan Fonteles. O paraense disputou os 100m multiclasses T-42/44, para amputados e biamputados, e derrubou a própria marca, conquistada em 2009 (11s23), e quase bateu o recorde mundial (10s91). Com o tempo de 10s95, Alan terminou os 100m nesta quinta-feira em primeiro lugar, deixando o norte-americano Richard Browne, prata em Londres-2012, na segunda posição, com 11s18. Completou o pódio André Luiz de Oliveira. Nos 100m T-11 feminino, Jhulia Karol, bronze nos Jogos de Londres-2012 na mesma prova, venceu com 12s86. Jerusa Geber chegou logo atrás, com 12s99. A angolana Esperança Gicasso terminou na terceira colocação, com 13s56. Nos 100m T-12, a inglesa Elizabeth Clegg conquistou a medalha de ouro, com 12s53. Alice Correa levou a prata, com 12s97. Ana Tércia ficou com o bronze, com o tempo de 13s49. /// Com informações do Comitê Paralímpico Brasileiro e do Superar Esportes.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

SELEÇÃO DE ESGRIMA TREINA PARA ETAPA DA COPA DO MUNDO

A seleção brasileira de esgrima em cadeira de rodas está em Frejus, na França, desde o dia 14 para uma fase de treinamentos. Com seis atletas, a equipe ficará na cidade francesa até domingo, 21. De lá, os atletas vão viajar para Montreal, no Canadá, onde participarão da primeira etapa da Copa do Mundo da modalidade. Entre 25 e 29 de abril, esta será a primeira competição da equipe no exterior em 2013. Foi nessa cidade canadense que o atleta Jovane Silva Guissone conquistou, em 2011, a primeira medalha brasileira em uma competição internacional. Depois do bronze, há dois anos, e do ouro em Londres-2012, Jovane retorna a Montreal. Depois do Canadá, a Copa do Mundo de esgrima em cadeira de rodas ainda terá etapas na Itália, na Polônia e em Hong Kong. Em agosto, será realizado o Mundial da modalidade, em Budapeste, na Hungria. /// Com informações do Comitê Paralímpico Brasileiro

Seleção de Bocha convocada para torneio no Canadá

A seleção de Bocha foi convocada para o Torneio Internacional da modalidade, que será realizado em Montreal, Canadá, entre 26 e 29 de abril. A equipe terá um período de treinamentos em São Paulo, a partir deste sábado, dia 20. Os atletas Dirceu Pinto, Eliseu dos Santos e Maciel Santos, medalhistas em Londres-2012, lideram o time. Os treinos vão até a próxima quarta-feira, 25. Esta será a primeira das cinco fases de treinamentos em 2013. Além dessa competição, a equipe vai disputar outros dois campeonatos no exterior: o Torneio Internacional de Barcelona, entre 1 e 6 de junho, e a Copa América, no Kansas, Estados Unidos, de 2 a 9 de agosto.Confira a lista dos atletas convocados para o torneio a seguir:Daniele Martins, Dirceu José Pinto, Eliseu dos Santos, Marcelo dos Santos, José Carlos Chagas de Oliveira, Guilherme Germano Moraes, Luisa Lisboa Reis, Adriano Andrade Silva, Anderson Vieira de Oliveira, Maciel de Sousa Santos, Bruna Satie Yamazaki e Antonio Leme. /// Com informações do site do Comitê Paralímpico Brasileiro.