quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Atletas paraolímpicos vibram com novo site de relacionamento

Não depender de ninguém. Essa é a luta das pessoas com deficiência no cotidiano. Pensando nisso, o Instituto Superar lançou hoje pela manhã, no Rio de Janeiro, um site de relacionamento diferente. O Acesse é uma nova ferramenta de comunicação com o intuito de incluir as pessoas com deficiência à Internet, principalmente aquelas com cegueira total. Recordista mundial dos 100 e 200 metros para cegos, Lucas Prado fez uma pequena demonstração do site, que descreve fotos e lê todo o conteúdo através de um programa de voz, o Jaws.

“Esse site vai renovar a mentalidade das pessoas. Isso vai acabar com a ideia de que o deficiente não pode acessar a Internet. A barreira foi quebrada a partir de hoje”, disse Lucas, medalhista de ouro nos Jogos de Pequim-2008 nos 100m, 200m e 400m T11 (cegueira total).

Lucas Prado falou também da dificuldade que encontrava em sites de relacionamento
mais antigos. “Antes eu não conseguia fazer nada. E pedir para uma pessoa que enxerga fazer para você é muito chato”, afirmou o campeão.
A criação do site Acesse deixou eufóricos outros campeões. Medalha de ouro dos 200 metros para cegos na Paraolimpíada de Pequim, Terezinha Guilhermina era só alegria.

“O mundo inteiro vai saber que a gente pode. Antigamente, não conseguia colocar minhas fotos e depoimentos. Tinha de pedir ajuda. Agora, a acessibilidade vai realmente existir, pois vou me virar sozinha. Dessa vez, eu vou responder as mensagens diretamente sem precisar de ninguém”, disse a grande velocista.

Nenhum comentário: