terça-feira, 16 de setembro de 2008

Supercampeão da alegria!

JORNAL LANCE! - PAULO VITOR

Daniel Dias. Ao lado do judoca Antônio Tenório, do velocista Lucas Prado e dos nadadores Andre Brasil e Verônica Almeida, esse é o grande nome do Brasil nos Jogos Paraolímpicos de Pequim. Com má formação congênita nos braços e na perna direita, o grande campeão das classes S5, SB-4 (peito) e SM-5 (medley) mostrou sua competência no famoso Cubo D'água. Ele conquistou nove medalhas, sendo quatro de ouro, quatro de prata e uma de bronze. Daniel, de apenas 20 anos, é um recordista nas piscinas e na vida.

No Mundial de Natação, em 2006, conquistou a medalha de ouro nos 200m medley e 100m livre e a prata nos 50m borboleta e 50m costas. No revezamento 4x50m medley, também conseguiu o ouro, com recorde mundial.

O atleta foi o recordista de medalhas no Parapan do Rio-2007 ao conquistar oito ouros. Ele e a remadora Cláudia dos Santos (campeã mundial no skiff simples no ano passado) receberam o prêmio 'Brasil Olímpico', no Teatro Municipal, na tradicional Cinelândia, Centro do Rio. Daniel também foi indicado com muita justiça ao Oscar do Esporte na categoria atleta com deficiência. Não ganhou, mas ficou entre os cinco melhores do mundo.

Medalha de ouro em Atlanta-1996 nos 50m borboleta classe S7, José Afonso Medeiros, o Caco, rasgou elogios ao jovem talento brasileiro. "Ele merece tudo isso. Sua atitude perante os outros é linda. Daniel está sempre de bom humor, sorri muito. A alegria dele é contagiante", disse Caco.

José Afonso lembrou da importância do trabalho de Marcos Rojo, o técnico de Danizinho, como é chamado pelos amigos. "Marcos deveria fazer parte da comissão técnica. Ele e Daniel formam uma dupla imbatível", afirmou.

Daniel Dias é um exemplo para os arrogantes de plantão. Ele conquistou a China com medalhas, recordes e, principalmente, alegria.

Nenhum comentário: