quinta-feira, 31 de julho de 2008

FOTO DE CAMPEÃ!



Viviane Macedo (sentada) foi bicampeã brasileira de dança esportiva, em São Paulo. Luiz Cláudio (em pé com a medalha no peito) é seu parceiro de triunfo.

terça-feira, 29 de julho de 2008

Notinhas sobre a Copa Peixotinho



A pequena grande história do Vitória & Amigos – O clube tem apenas quatro anos e é bicampeão da Copa Fabiano Peixoto, pois conquistou as edições 2006 e 2008. Nas outras duas, foi vice-campeão e terceiro lugar.

Pequenos Grandes Homens – Os atacantes do V&A Daniel (camisa 10), César (número 11) e Eliu (uniforme 5) pedem ao Comitê Paraolímpico Brasileiro a criação da seleção de futebol para atletas com nanismo.

Premiados – O goleiro Denis (amputado, V&A) recebeu o troféu de goleiro menos vazado. O atleta sem deficiência André Cruz (IBDD), filho do técnico Paulo Cruz (da Seleção de Futebol de Sete), foi o artilheiro. O destaque do torneio foi o experiente Antônio, camisa 5 de Furnas.

Curiosidades: A superintendente do IBDD, Teresa Costa d’Amaral, marcou dois gols para o Time da Teresa (na foto). O último dela, na terceira rodada da primeira fase, foi convertido através de um pênalti, que lembrou Marcelinho Carioca em sua fase de ouro. Ela fez o gol mais importante da vitória de sua equipe sobre o Barra do Piraí por 4 a 2.

Alexandre, o estrategista



Como lembrou bem o amigo, atleta e técnico Michel, o outro treinador da equipe do V& A (bicampeão da Copa Fabiano Peixoto), o advogado e boleiro Alexandre Gaschi (na foto de boné), merece destaque. Concordo!

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Show da juventude paraolímpica

Fonte: CPB

O Mundial de Jovens da IWAS, realizado em New Jersey-EUA, terminou neste domingo (dia 27). O Brasil teve uma excelente participação. O destaque da competição foi o nadador Gustavo Tavares (S6), da Cadef-RN, com quatro medalhas de ouro nos 50m livre, 50m borboleta, 100m medley e 100m livre. Ainda na natação, Natália Costa (S8), do Cetefe-DF, levou a medalha de ouro nos 100m peito. Roberto Rodrigues (S6), da Aflodef-SC, triunfou nos 100m costas.

No atletismo, Alan Fonteles (T43), da AACIEQ-PA, conquistou duas medalhas de ouro nos 100m e 200m rasos.

Confira o quadro final de medalhas do Brasil no Mundial da IWAS:

Atletismo
NOME - PROVA - COLOCAÇÃO
ALAN Fonteles - 100m Rasos - Ouro
ALAN Fonteles - 200m Rasos - Ouro
FELIPE STREBE - 400m Rasos - Prata
FELIPE STREBE - 200m Rasos - Bronze
MARIANE PADILHA - Salto em Distância - Bronze
MARIANE PADILHA - 100m Rasos - Bronze
THIAGO DE SOUZA 100m Rasos - Bronze
THIAGO DE SOUZA 200m Rasos - Bronze
THIAGO DE SOUZA 800m Rasos - Bronze


Natação
NOME - PROVA - MEDALHA
GUSTAVO TAVARES - 50m Livre - Ouro
GUSTAVO TAVARES 50m Borboleta - Ouro
GUSTAVO TAVARES 100m Livre - Ouro
GUSTAVO TAVARES 200m Medley - Ouro
ROBERTO RODRIGUES - 100m Costas - Ouro
ROBERTO RODRIGUES - 50m Livre - Prata
ROBERTO RODRIGUES - 100m Livre - Prata
ROBERTO RODRIGUES - 400m Livre - Prata
NATALIA COSTA - 100m Peito - Ouro
NATALIA COSTA - 100m Livre - Prata
NATALIA COSTA - 50m Livre - Prata
GUSTAVO SANTANA - 100m Costas - Prata
GUSTAVO SANTANA - 100m Livre - Prata

Pequenos Grandes Homens do V&A conquistam Copa Fabiano Peixoto




Foi uma festa. A Copa Fabiano Peixoto terminou no sábado passado (dia 26), no Aterro do Flamengo, e o grande campeão foi o Vitória e Amigos, dos craques Michel, César, Daniel e Eliu (foto), que triunfou sobre Furnas por 6 a 0. Os destaques do campeonato foram Daniel (atleta com nanismo do V&A), o atacante Thiago, de apenas 14 anos e sem deficiência, e o goleiro amputado Denis (os dois também do V& A), além do técnico Paulo Cruz, do artilheiro André Cruz e do apoiador Mateus (IBDD). Os jogadores da seleção de Futebol de Sete Wânderson, Antônio e Zeca marcaram presença no público.

O IBDD, campeão do ano passado, foi eliminado na fase semifinal por Furnas (4 a 3). Porém, o mais importante foi a descontração de todos, com direito a grupo de samba e churrasco. Quanto a minha atuação com as chuteiras novas, é melhor deixar para lá. O preparo físico não ajudou. Aliás, não existia.

sexta-feira, 25 de julho de 2008

COPA FABIANO PEIXOTO-2008




O Aterro do bairro do Flamengo será a capital do futebol como nos tempos do centenário Mario Filho, criador do primeiro grande campeonato de peladas do local. Neste sábado, dia 26 de julho, entre 9h e 16h, o Instituto Brasileiro dos Direitos da Pessoa com Deficiência promove a quarta edição da Copa Fabiano Peixoto. São oito equipes formadas por um goleiro e sete jogadores de linha (como no futebol society).


Segundo o regulamento criado pela Gerência de Esporte da ONG, dois jogadores sem deficiência foram inscritos em cada time, sendo que apenas um pode ser escalado entre os titulares.

Quem foi Fabiano Peixoto?
Peixotinho, como era conhecido, foi um habilidoso e veloz jogador de Futebol de Sete. Classe 7, ele atuou na seleção da modalidade em torneios no Chile, na Ucrânia e em São Paulo (Pré-Paraolímpico-2004) e nas equipes do IBDD, da Andef e da Sadef-Rio. Tinha como marca registrada o bom humor. Ele foi muito amigo dos craques Fabiano Bruzzi e Marcos William. Em 2005, faleceu por causa de uma tuberculose, sem ter completado 30 anos, meses antes da primeira competição no Aterro.

Grupo A
Time da Teresa (VOU JOGAR NESSA RESPEITÁVEL EQUIPE E COMPREI ATÉ CHUTEIRA!)
Vitória & Amigos
IBDD (atual campeão)
Barra do Piraí

Grupo B
Comdef
Furnas
Flama (Associação de Moradores e Amigos do Flamengo)
Abade

P.S.: Os dois primeiros de cada clube se classificam para a fase semifinal.

NOTA DO BLOGUEIRO – Os nomes das equipes foram fornecidos pela Gerência de Esportes do IBDD.

Na foto, Zeca (esquerda) e o saudoso Peixotinho (direita)

Seleções de basquete treinam para Pequim




A seleção feminina brasileira de basquete em cadeira de rodas está desde o dia 20, em Niterói (RJ), em mais uma fase de treinamentos. As mulheres participarão do Spitfire Challenge, entre os dias 1º e 5 de agosto, em Toronto, no Canadá. A seleção masculina também treina na Andef desde quarta-feira passada.

A viagem faz parte da preparação final para a disputa dos Jogos. Pela primeira vez, as duas seleções estarão em uma mesma edição de Paraolimpíada.

O Spitfire Challenge, na chave feminina, reunirá algumas das principais seleções dos Jogos: Canadá (dividido em duas equipes), Inglaterra, México, Brasil e Alemanha.

Na chave masculina, participarão as principais equipes da Liga dos Estados Unidos de basquete em cadeira de rodas, as seleções do Brasil, México, Dinamarca, Jamaica, entre outros países. De Toronto, a seleção masculina segue para a cidade de Birmingham, no Alabama, onde fará uma série de treinamentos e amistosos contra os Estados Unidos, entre os dias 6 e 10 de agosto.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Quem segura essa mulher? NINGUÉM!!!



A velocista Terezinha Guilhermina conquistou o primeiro lugar no Meeting Gaz de France, no dia 18 de julho. A atleta da classe T11 (cegueira total) venceu os 400 metros rasos, categoria mista na Golden League, etapa de Paris, com o tempo de 56s84. A brasileira voadora foi seguida por Nantenin Keita, da França,com 57s04; Alexandra Dimouglou, Grécia, 57s78; Assia El Hannouni,França, 59s29; Somaya Bousaid, Tunísia, 59s49 e Tracey Hinton,Inglaterra, 1m00s97.

Esta foi a segunda vez que ela participou da competição. Terezinha compete na classe T11 (totalmente cego) e correu os 400m com atletas das classes T11, T12 e T13. Na prova, enfrentou as duas melhores do mundo das T12 e T13. Suas concorrentes dessas outras classes têm baixa visão e correm sem o apoio de guias. Nesse ano, o Meeting Internacional da IAAF completou dez anos.

" Esse ano está sendo muito especial para mim. Estou me preparando para Pequim da melhor forma possível, participando de grandes competições. Estou a cada dia com mais confiança e determinação para alcançar os objetivos. Tenho orgulho de levar essa vitória para o Brasil", disse Terezinha.

Fontes: CPB e Instituto Superar

Foto: Mile Ronchi/CPB

Clodoaldo não sobe em palanque!


A assessoria do nadador Clodoaldo Silva e a entidade presidida por ele, a Sadef, divulgaram uma nota à imprensa que vai desanimar muitos políticos. Nela, a Sociedade Amigos do Deficiente Físico do Rio Grande do Norte descarta qualquer apoio nessas eleições. Leia o e-mail na íntegra:

‘Há mais de dez anos, a Sociedade Amigos do Deficiente Físico do Rio Grande do Norte (Sadef-RN) desenvolve um trabalho sério direcionado ao esporte para pessoas com deficiência. Hoje, considerada uma das principais instituições do esporte paraolímpico nacional, acumulando títulos como o tricampeonato brasileiro e destaque no cenário internacional com a atuação dos seus atletas, informa que é uma instituição apolítica e que de forma alguma se envolve com questões eleitorais. Por esse motivo, não apóia ou é parceira de nenhum candidato.



A SADEF-RN, uma entidade sem fins lucrativos, tem como atual presidente o atleta Clodoaldo Silva. Ela desenvolve atividades de Socialização, Atitude, Determinação, Ética e Força, e não está autorizada a tomar partido político de maneira alguma. Assim sendo, o seu presidente, por ser um atleta em atuação e ter compromissos com patrocinadores e como gestor da SADEF-RN, também segue a mesma linha de pensamento.”

Para bom entendedor...

Foto de Gaspar Nóbrega/CPB

Juventude Paraolímpica



Fonte: CPB

O Brasil está representado com uma ótima delegação no Mundial de Jovens da International Wheelchair & Amputee Sports Federation (Iwas), que será realizado até o próximo dia 27 na cidade de Nova Jersey (EUA). Na terça-feira passada, no primeiro dia de provas, os jovens brasileiros conquistaram três medalhas de ouro, cinco de prata e uma de bronze.

O destaque foi o atleta potiguar Gustavo Tavares, Classe S6, do Clube Cadef/RN, que conquistou duas medalhas de ouro, sendo uma nos 200 metros medley e a outra nos 50m livre. O catarinense Roberto Rodrigues, da classe S6 (Aflodef/SC), levou uma medalha de ouro (100m costas) e duas de prata.

O atletismo teve somente provas de campo. Mariane Padilha ganhou o bronze no salto em distância da classe F46.

Natação
Gustavo Tavares (S6) - Ouro nos 50m livre e 200m medley
Roberto Rodrigues (S6) - Ouro nos 100m costas, Prata nos 50m Livre e 400m Livre
Vanilton Filho (S9) - Prata nos 50m livre
Gustavo Gartz (S9) - Prata nos 100m costa
Natalia Mayara (S8) - Prata 50m livre


Atletismo
Mariane Padilha (F46) - Bronze no salto em distância

terça-feira, 22 de julho de 2008

Nada aconteceu no reino da Dinamarca?

O grande objetivo desse site é provar a potencialidade do esporte para pessoas com deficiência. A polêmica sempre se fez presente na discussão de idéias para a evolução do segmento. O movimento está sempre atento às notícias vinculadas nesse espaço. Personalidades, atletas e outros profissionais do meio mostram seu interesse pela informação e divulgação do desporto paraolímpico. Técnico da seleção feminina de goalball, Márcio Morato enviou um e-mail para o LANCENET! e o site Notícias Paraolímpicas. A democracia deve pautar o jornalismo. Por isso, publico abaixo sua ‘carta eletrônica’ apesar de não concordar com alguns trechos.

“Sou Marcio Pereira Morato, integrante da comissão técnica da seleção brasileira de goalball. Estou escrevendo esse e-mail para esclarecer alguns pontos relacionados à noticia vinculada ao seu blog no LANCENET!
A nossa intenção ao escrever a mensagem, solicitando recursos financeiros adicionais para as meninas da seleção, foi pedir auxílio aos amigos próximos e em nenhum momento tivemos a vontade de criticar a Confederação Brasileira de Desportos para Cegos, que vem desenvolvendo um ótimo trabalho. A nossa classificação para os Jogos aconteceu graças ao esforço que a CBDC tem feito para nos proporcionar o possível e o impossível para o cumprimento de nosso planejamento. Em nenhum momento, as dificuldades financeiras da CBDC prejudicaram os períodos de treinamento (estamos no quinto), já que o CPB passou a executar diretamente as ações a partir dessa fase.
As três meninas que não recebem bolsa do Ministério do Esporte estavam recebendo uma ajuda da CBDC nas fases de treinamento anteriores e, por uma questão regulamentar do Comitê, não estão recebendo nesta última. Porém, está sendo feito um esforço no sentido de reverter esse problema. E assim ratificamos que a intenção da carta foi buscar recursos financeiros adicionais para essas meninas, no sentido de oferecer melhores condições financeiras para elas, pois as mesmas têm um histórico financeiro de dificuldades e esperavam por esse auxílio.
Conhecê-las e ver o esforço que realizam para representar nosso país tocou o coração da comissão técnica e das outras três atletas bolsistas. Fizemos uma reunião e conseguimos arrecadar um pequeno auxílio para elas nessa fase. Tivemos ainda a idéia de pedir ajuda aos nossos amigos para a próxima fase de treinamentos. Essa foi a intenção do e-mail, simplesmente auxiliar financeiramente as três meninas.”

NOTA DO BLOGUEIRO - E assim as pessoas com deficiência continuam com suas (muitas) dificuldades cotidianas.

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Goalball em apuros!



Paulo Vitor, do blog Espaço Paraolímpico, do Lancenet! (http://www.lancenet.com.br/blogs_colunistas/paulovitor/), e do site Notícias Paraolímpicas (http://www.einclusao.net/)


A seleção feminina de Goalball (para atletas com baixa visão e cegos) está na fase final dos treinamentos para os Jogos Paraolímpicos de Pequim. A vaga foi conquistada com o quarto lugar nos Jogos Mundiais de Cegos, realizados em São Paulo no ano passado. Porém, os bons resultados podem não aparecer na China. A Confederação Brasileira de Desporto para Cegos (CBDC) passa por dificuldades financeiras. Por esse motivo, a CBDC não tem como apoiar a equipe.

Diante dessa realidade, o Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB) assumiu as despesas de hospedagem, transporte e alimentação, mas - de acordo com a comissão técnica da seleção - algumas atletas não recebem mais a bolsa.

Esta era um grande auxílio nos gastos pessoais e da família, pois as desportistas são dispensadas do trabalho e não recebem pelos dias de ausência.

A comissão técnica, liderada pelo técnico Márcio Morato, enviou muitos e-mails para jornalistas, amigos e fãs do esporte para pessoas com deficiência e pediu a ajuda de todos nessa última fase antes da viagem para a Paraolimpíada.

Foto do CPB e da WR Imagens

domingo, 20 de julho de 2008

Arraial da inclusão


Alegria. Essa palavra resume bem a principal característica da bela festa julina realizada no sábado passado (19 de julho) pela ONG Guerreiros da Inclusão, que tem uma equipe de rugby em cadeira de rodas no Rio de Janeiro. O atleta de rugby Eduardo Mayr, a fisioterapeuta Ana Carolina Assumpção, a presidente da ‘Guerreiros’, Sheila Melo, e muitas outras personalidades do movimento paraolímpico e das pessoas com deficiência estavam presentes.

Na foto, a presidente da ONG Guerreiros da Inclusão, Sheila Melo (esquerda), e a coordenadora da área de Saúde da Associação Brasileira de Rugby em Cadeira de Rodas, Ana Carolina.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Mais basquete!

As equipes da Aflodef, Cepe, RS Paradesporto e Grêmio Águias venceram seus jogos na primeira rodada do Regional Sul de basquete em cadeira de rodas. A competição vai até o próximo domingo (20 de julho), na cidade de Concórdia, em Santa Catarina. Oito equipes participam do torneio.

O evento é organizado pela Federação Catarinense de Basquetebol em Cadeira de Rodas, em parceria com a CBBC. O regional classificará os clubes para o Campeonato Brasileiro da Terceira Divisão-2008.

Colaborou muito o assessor da CBBC, Gustavo Carvalho.

quinta-feira, 17 de julho de 2008

De olho na freguesia

Canadá e Estados Unidos voltam a se enfrentar na disputa pela Roosevelt Cup. A competição será realizada nesse final de semana nos Estados Unidos, com a participação da Inglaterra e de Israel. A seleção norte-americana venceu duas vezes seguidas os canadenses em um período de apenas um ano, algo raro na modalidade.

No Parapan do Rio-2007, os ‘yankees’ venceram os rivais na decisão e ficaram com o ouro. Na Copa Norte-americana, realizada no último mês nos Estados Unidos, os donos da casa venceram os canadenses também na final por 63 a 58.

Basquete em cadeira de rodas

O Regional Sul de basquete em cadeira de rodas começou na quarta-feira passada e termina no próximo domingo (dia 20), na cidade de Concórdia, em Santa Catarina. O evento é organizado pela Federação Catarinense de Basquetebol em Cadeira de Rodas em parceria com a CBBC.

A competição vai classificar as equipes para o Campeonato Brasileiro da Terceira Divisão-2008.

Colaborou a CBBC

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Paraolimpíada arretada

Nesta quarta-feira (dia 16) à tarde, a reunião dos coordenadores da quinta edição dos Jogos Paraolímpicos do Ceará está sendo realizada na Universidade de Fortaleza (Unifor). Esta é uma iniciativa da Secretaria do Esporte do Estado (Sesporte), com 36 voluntários de educação física que atuarão no evento. São abordados treinamentos, regulamento dos jogos e programação oficial da competição. Os universitários são dos cursos de Educação Física da Unifor, UFC, FIC, Fametro, Uece e UVA de Fortaleza e até de Canindé e Quixeramobim.

"Estou impressionado com a procura desses estudantes em se engajar, em viver essa experiência", disse o coordenador da Sesporte Aldir Costa.

A competição será realizada entre os dias 20 e 23 de agosto, na Universidade de Fortaleza (Unifor), e deve ter mais de 500 atletas com deficiência (física, mental, visual e auditiva) de todo o Estado. As inscrições seguem até 20 de julho nas seguintes modalidades: natação, basquete, tênis de mesa, atletismo, futsal, xadrez e taekwondo.

Guilhermo Sanche, classificador do Comitê Paraolímpico Brasileiro, estará presente nas competições. "Ele fará a avaliação dos atletas de natação", explicou.

terça-feira, 15 de julho de 2008

ABRC recebe convite oficial da Colômbia

Federação Colombiana de Esportes para Pessoas com Deficiência (Fedesir) fez o convite oficial para a Associação Brasileira de Rugby em Cadeira de Rodas (ABRC) participar de exibições da modalidade em Cali, entre os dias 23 de outubro e 1º de novembro.

“Bogotá, Colômbia, 27 de Junho de 2008

Aos Comitês Paraolímpicos de Brasil, Argentina, Estados Unidos, Canadá e México;

Assunto: Exibição do Quad Rugby nos II Jogos Paraolímpicos de Cali, Colômbia

Os II Jogos Paraolímpicos Nacionais de nosso país acontecerão na cidade de Cali entre os dias 23 de outubro e 1º de novembro de 2008. O evento reunirá desportistas de todas as regiões da Colômbia e será uma ocasião propícia, através de uma exibição, para se promover o ‘Quad Rugby’.

Por esta razão, convido as seleções nacionais deste desporto em seus respectivos países para que façam parte da exibição antes mencionada.

Solicitamos saber quais as condições ou os requisitos necessários exigidos por suas organizações para que usufruam de transporte internacional e permanência de suas respectivas seleções em nosso país.

Qualquer informação pode ser enviada ao endereço Coliseo El Campín Entrada 17 Escritório (Oficina) Nº 8, Bogotá, Colômbia ou ao correio eletrônico fedesircolombia@yahoo.com

Cordialmente,

Jorge E. González Torres
Presidente da Fedesir”

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Andre Brasil na altitude

Depois da convocação oficial para Pequim, Andre Brasil, atleta da Seleção Paraolímpica de Natação, partiu na quinta-feira passada para o México para iniciar mais uma série de treinamento em altitude no La Loma Centro Desportivo em San Luís Potosí, muito utilizado por nadadores norte-americanos, ingleses e alemães.

Esta é a segunda vez no ano que Andre Brasil participa de um treinamento em altitude no México. Segundo o técnico do atleta, Marco Veiga, esta etapa faz parte do planejamento estratégico preparatório para as Paraolimpíadas de Pequim, que acontece entre os dias 6 e 17 de setembro.

Após o fim do treinamento no México, no dia 28 de julho, o atleta volta para o Brasil para disputar, entre os dias 31 de julho e 3 de agosto, a Copa Mercosul em Curitiba.

O atleta é dono de cinco recordes mundiais - nos 50m, 100m e 800 m livre e nos 50m e 100 metros borboleta na categoria S10 (seqüela de poliomielite) – e disputa oitos medalhas em Pequim, sendo seis individuais e duas em revezamento.

“Quero aproveitar cada treino, cada competição para aperfeiçoar meu desempenho e chegar a Pequim mais confiante para trazer as medalhas de ouro para o Brasil”, comenta Andre Brasil que, apesar de otimista, não se prende às comparações com o nadador norte-americano Michael Phelps que briga também por oito medalhas.

sexta-feira, 11 de julho de 2008

BOCHA!!!


Essa notícia é para o filho do repórter Marlos Bittencourt, o Guilherme (foto), futuro craque do Fluminense e fã dos atletas com deficiência. A Agência Nacional de Desporto para Deficientes convocou a delegação que representará o país no Intercâmbio de Bocha Brasil/Portugal, a ser realizado entre 13 e 20 de julho. A modalidade é específica para pessoas com deficiência física severa (paralisia cerebral, tetraplégicos e com distrofia muscular).

DELEGAÇÃO - BOCHA:

Nome / Função/ Clube

Eliseu Santos/ Atleta/ ADFP
Dirceu José Pinto/ Atleta/ Tradef
Valmir de Souza Freitas/ Atleta/ Aparu
Adriano Andrade Silva/ Atleta/ ASBS
Darlan França Ciesielk Junior/ Técnico/ ADFP
Janaina Pessato Jerônimo/ Apoio/ Adefu
Nivaldo Batista Vital/ Apoio/ Adefu
Ana Carolina Lemos Alves/ Apoio/ Tradef
Nilton Gomes da Silva/ Apoio/ Ande

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Andef tem dois jogadores na Seleção de Basquete



Os jogadores de basquete em cadeira de rodas da Andef Irio Nunes e Sandoval Silva estão na lista dos 12 atletas que representarão a seleção brasileira masculina da modalidade nos Jogos Paraolímpicos de Pequim-2008.

O ala-pivô Irio Nunes participou dos últimos dois Jogos Parapan-americanos e da Paraolimpíada de Atenas-2004. "Estamos treinando firme. Queremos ficar entre os sete primeiros países em Pequim", afirmou.

Treinador da seleção brasileira e da equipe da Andef, Itamar Silva disse que está treinando muito o posicionamento da defesa, para que o Brasil possa surpreender os adversários na competição entre os dias 6 e 17 setembro.

Desenho paraolímpico


No Rio de Janeiro, a rede de pizzarias Parmê fez um ‘jogo americano’ com várias modalidades olímpicas. O diferencial é o desenho de um velocista cadeirante na pista de atletismo. Grande idéia!

quarta-feira, 9 de julho de 2008

CONVOCAÇÃO NO BASQUETE FEMININO


A comissão técnica da seleção brasileira feminina de basquete em cadeira de rodas convocou 12 atletas para os Jogos Paraolímpicos de Pequim-2008, que serão realizados entre os dias 6 e 17 de setembro.

LISTA DE CONVOCADAS PARA A SELEÇÃO FEMININA:

NOME DO ATLETA /CLASSE /CLUBE

ELIZABETH GOMES /1.0/SÃO PAULO (SP)
ANDREIA FARIAS /1.0/ALL STAR GIRLS (PA)
ROSÁLIA RAMOS /2.0/ ACADEF (RJ)
NAILDES MAFRA (NANA) /2.0/ ALL STAR GIRLS (PA)
CLEONETE SANTOS (NETE)/ 2.0/ ALL STAR GIRLS (PA)
OZINEIDE PANTOJA /2.5/ ALL STAR GIRLS (PA)
JUCILENE MORAES (BATATINHA) /4.0/ ALL STAR GIRLS (PA)
HELENA FERRÃO /4.0/ ALL STAR GIRLS (PA)
DÉBORA GUIMARÃES /4.0/ AGEMBE ALL STAR (PA)
MÔNICA SANTOS /4.5/ SÃO PAULO (SP)
LIA MARTINS / 4.5 /ALL STAR GIRLS (PA)
VILEIDE ALMEIDA /4.5/ AGEMBE ALL STAR (PA)

CPB GARANTE ABRC NA COLÔMBIA


Através do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB), a Associação Brasileira de Rugby em Cadeira de Rodas participará de um torneio na cidade de Cali, Colômbia, entre os dias 23 de outubro e 1º de novembro. Esta será a primeira delegação da modalidade na história do país. A ABRC conta com um grande parceiro para a viagem: o próprio CPB.

terça-feira, 8 de julho de 2008

Alma carioca ao volante


Taxista ensina cidadania nas ruas da Cidade (quase) Maravilhosa
Paulo Vitor, do LANCENET!/MSN (http://www.lancenet.com.br/blogs_colunistas/paulovitor/)

Nelson Payssandu é o retrato do malandro do bem carioca. Excelente papo, engraçado e fanático por futebol (diga-se de passagem pelo Botafogo), com uma vida cheia de grandes acontecimentos. Ele é personagem do livro ‘Táxi – A vida e histórias de um taxista no Rio de Janeiro’, de Gino Santos. Além de todas essas qualidades, Nelson tem outra: trata com respeito seus passageiros com deficiência. Morador do Horto, Payssandu tem muitos clientes na ABBR. Em uma rápida e descontraída conversa no Café Lamas, no bairro do Flamengo, degustando um suculento frango a passarinho, o carioca ‘boa-praça’ de 54 anos, figura carismática da Rua Paissandu (daí o carinhoso apelido) por mais de três décadas, mostrou muita consciência e o seu lado cidadão.

Nelson contou para o site NOTÍCIAS PARAOLÍMPICAS (http://www.einclusao.net) a primeira vez que embarcou uma pessoa com deficiência em seu veículo. “Olhei para os companheiros e ninguém ‘pegava’ uma menina cadeirante, acompanhada de uma senhora com uma certa idade. Fiquei revoltado. Os colegas diziam que aquilo tudo iria dar muito trabalho ou que a corrida era curta. Embarquei as duas, a garota no banco do carona, na frente, e, com o maior cuidado, coloquei a cadeira de rodas no porta-malas. Como era daquelas antigas, não desmontava. Fácil. Peguei o extensor e amarrei-o bem”, disse o inteligente e prestativo motorista.

Nelson diz que atualmente está habituado a embarcar pessoas com deficiência, pois as novas cadeiras de rodas, mais flexíveis e que desmontam com rapidez e facilidade, ajudam muito. Segundo ele, os clientes ligam da Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação (ABBR). O simpático carioca vai buscá-los com um sorriso no rosto. “Por que não?”, indaga o motorista, questionando a má vontade de alguns colegas.

Nelson tem até site para a obra baseada em sua vida. No endereço eletrônico www.taxilivro.com.br os internautas encontram uma apresentação dele e do livro:

“Nelson é um desses campeões urbanos, sobrevivente numa cidade como o Rio de Janeiro, que nunca perdoa meninos e meninas abandonados na rua ao sabor de um destino normalmente cruel. O anti-herói, com tudo arranjado para a vida para dar errado, foi menino de rua, interno em instituições para menores infratores e funcionário da UNE na época da ditadura, quando levou muita porrada. Seu pai foi o torcedor desconhecido que vestiu, pela primeira vez, a estátua do Manequinho com a camisa do Botafogo, no campeonato de 1948. Nelson era chamado de Manequinho. Viu nascer o Futevôlei, que não foi em Copacabana, como muitos afirmam, mas na Praia do Flamengo. Desmente, inclusive, a autoria do saque ‘Jornada nas Estrelas’, atribuído ao nosso conhecido e famoso jogador de vôlei Bernard.

É amigo de muita gente famosa: Elza Soares, Luiza Brunet, André Gonçalves, Ruth de Souza, Sergio Loroza e até do integrante dos Rolling Stones Ron Wood. Foi vendedor de discos e CDs usados, de água mineral, de muambas que trazia de Nova Iorque, professor de vôlei, guardião de piscina, instrutor de natação, garçom, lavador de prato e de carro e professor de violão. Morou nos Estados Unidos e tocava violão em barzinhos e festas, dirigiu limusines, compôs, interpretou e gravou um CD no Brasil, ganhando alguns festivais locais de música, pintou algumas obras usando como telas portas velhas de madeira, chegando a ser premiado numa exposição no Clube da Aeronáutica. E um certo dia... teve a idéia de que esse livro daria samba. Foi aí que convidou seu amigo Gino Santos para botar no papel tudo que o Homero das ruas cariocas narrava.”

Além disso tudo, Nelson é um homem que entende a necessidade do Rio de Janeiro ser uma cidade maravilhosa para as pessoas com deficiência.

RUGBY NA COLÔMBIA!


A Associação Brasileira de Rugby em Cadeira de Rodas, em parceria com o Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB), participará de um torneio na cidade de Cali, Colômbia, no mês de outubro. Esta será a primeira delegação da modalidade na história do país. “Em pouco tempo de existência, a associação já está mostrando um trabalho sério. Vamos colher muitos outros bons frutos”, disse o presidente da ABRC, Luiz Cláudio Pereira.

segunda-feira, 7 de julho de 2008

BLOG DO RUGBY

A Associação Brasileira de Rugby em Cadeira de Rodas (ABRC) lançou seu blog nesta segunda-feira (dia 7 de julho). A ABRC foi criada com o objetivo de integrar socialmente as pessoas com deficiências severas através do esporte. A associação luta também para que o país alcance ainda mais destaque no movimento paraolímpico. O ex-atleta Luiz Cláudio Pereira é o primeiro presidente da associação. Matias Costa é o vice-presidente administrativo. Já o cargo de vice-presidente financeiro está nas mãos de Marcos Santos.

Acesse o novo blog: www.rugbyabrc.blogspot.com

Suzano é tri no Vôlei Feminino



Paulo Vitor, NOTÍCIAS PARAOLÍM... (http://www.einclusao.net/), com a colaboração da Associação Brasileira de Vôlei Paraolímpico

A equipe do Suzano Paraolímpico conquistou o tricampeonato brasileiro feminino ao vencer todos os jogos da competição, realizada entre os dias 3 e 5 de julho, nas instalações da Andef, em Niterói (RJ). No último jogo do torneio, o Suzano venceu a Adfego por 3 a 0 (25/20; 25/19 e 25/22). A equipe do Cepac (Jacareí - SP) ficou em terceiro lugar.

As atletas da equipe campeã conquistaram a maioria dos prêmios. Silvana ganhou como melhor bloqueio; Janaína, o melhor saque, e Ana Paula, a levantadora. O troféu de melhor jogadora ficou com a atacante da Adfego, Gabrielle.

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Convocação no basquete!

A comissão técnica da seleção brasileira masculina de basquete em cadeira de rodas convocou os 12 atletas que vão representar o país nos Jogos Paraolímpicos de Pequim-2008, entre os dias 6 e 17 de setembro.

CONVOCADOS - SELEÇÃO MASCULINA - PEQUIM 2008:

NOME DO ATLETA/CLASSE/ CLUBE

Heriberto Roca 1.0 ÁGUIAS (SP)
José Ricardo Leal da Silva 1.5 FUNAD (PB)
Nilton Pessoa 2.0 ÁGUIAS (SP)
Sergio Estevão Barros 2.0 MAGIC HANDS (SP)
Everaldo Caetano 2.5 CAD (SP)
Sandoval da Silva 3.0 ANDEF (RJ)
Douglas Aparecido da Silva 3.0 ÁGUIAS (SP)
Erick Epaminondas 3.5 CAD (SP)
Gelson José Junior 3.5 AEDREHC (SP)
José Marcos da Silva 4.0 AEDREHC (SP)
Irio Nunes 4.5 ANDEF (RJ)
Leandro de Miranda 4.5 CAD (SP)


COMISSÃO TÉCNICA

COORDENADOR: GILSON RAMOS SANTOS (DOINHA)
CHEFE DA DELEGAÇÃO: TERESA CRISTINA SABBAG
TÉCNICO: ITAMAR SILVA
ASSISTENTE TÉCNICO 1: SILENO SANTOS
ASSISTENTE TÉCNICO 2: ANTÔNIO CARLOS
MECÂNICO: MARCELO FERREIRA

A hora das mulheres!

O Campeonato Brasileiro Feminino de vôlei paraolímpico vai até o dia 6 de julho, domingo, nas instalações da Andef, em Niterói. Três equipes participam da competição: Adfego (GO), Suzano Paraolímpico (SP) e CEPAC (SP).

Colaborou a Associação Brasileira de Vôlei Paraolímpico

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Clodoaldo será reavaliado

O Comitê Paraolímpico Internacional (IPC), entidade máxima do esporte paraolímpico, recebeu e aceitou um protesto para que o atleta Clodoaldo Silva – nadador da classe S4 – seja reavaliado com relação a sua classificação funcional antes dos Jogos Paraolímpicos de Pequim, em setembro. O país autor do protesto não foi divulgado pelo IPC.

A entidade fez um comunicado oficial ao Comitê Paraolímpico Brasileiro, que já repassou a informação ao atleta. Clodoaldo Silva tinha, segundo o ofício enviado ao Brasil, duas opções para passar pela junta de reavaliação: uma competição aberta no Canadá, a Can-Am Disability Championship, na próxima semana, ou o período oficial de classificações funcionais em Pequim, de 1º a 4 de setembro. Os Jogos Paraolímpicos começam no dia 6.

Dirigentes do CPB orientaram o atleta a optar pela reavaliação no Canadá. Nesse caso, ele teria tempo de reação no caso de um resultado negativo. Clodoaldo afirmou estar com uma contusão e que prefere passar pela banca em Pequim.

A classificação é um fator de nivelamento entre os aspectos da capacidade física e funcional. Cada modalidade determina seu próprio sistema de classificação, baseado em aspectos funcionais. O atleta é submetido a uma avaliação por uma equipe de classificadores que determina a classe esportiva do atleta, através de testes de força muscular, mobilidade, testes funcionais (realizados na água) e análise de resíduo muscular.

Tais classificadores são credenciados pelo IPC e têm formação médica, técnica e fisioterápica.

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Nós que nos amávamos tanto


Paulo Vitor, do site NOTÍCIAS PARAOLÍMPICAS (http://www.einclusao.net) e do Lancenet (http://www.lancenet.com.br/blogs_colunistas/paulovitor/)

Hoje, Professor Vicente, você faz falta. Eu e João Henrique, meu irmão, vamos ao Maracanã e esperamos homenageá-lo com um título da Copa Libertadores. Você me ensinou, pai, a ter autoconfiança. Graças a você, acreditei que poderia ser um bom jornalista. Mesmo escrevendo com uma só mão, a esquerda, sou tão rápido quanto qualquer outro profissional que usa as duas com destreza. Nossa! Como você faz falta! Professor, você precisava ver a união da família, alguns projetos meus que estão dando certo e o humor e a inteligência do seu caçula, o João.

Não me esqueço dos títulos cariocas de 1995 (estava abraçado a você até o ‘golaço’ de barriga do Renato) e 2005 (eu, você e o João juntos e emocionados após o gol espírita do Antônio Carlos). Nós brigávamos, mas nos amávamos muito. Quando acontecia um desentendimento, o Maracanã era o palco para o tratado de paz entre as gerações. Naquele estádio faltará você.

Você partiu no dia 21 de novembro, no seu aniversário de 57 anos. Foi a maior perda da minha vida. Professor Vicente, você e a mamãe Quinha (Francisca) fazem muita falta, mas a Tânia está sendo uma segunda mãe. A Professora Márcia Leite é a minha terceira ‘madre’. Encontrei outros pais: o Andrei, o Marlos, o aniversariante Sérgio Américo (que perdeu Dona Ângela há pouco mais de um mês), o José Luiz de Pinho, o Osvaldo (ele sempre me cumprimenta apertando a mão direita), o Marcelo Auler, o Aristeo, entre outros. Todos são importantes, porém, papai sempre será único.

Pretendia escrever mais, no entanto, já senti um gosto salgado de lágrima. Piegas? Nada disso. Esse fato é apenas a saudade de um aluno por seu mestre. Hoje, quarta-feira, tem de ser um dia de alegria. Você sempre foi sinônimo de felicidade. O Fluminense não vai nos decepcionar.

terça-feira, 1 de julho de 2008

Uma noite muito especial


A Livraria Da Conde, no Leblon, recebeu na segunda-feira passada um animado grupo de atletas, profissionais do esporte, fãs do desporto para pessoas com deficiência, militantes do movimento paraolímpico e artistas para o lançamento do livro ‘Esporte –Um Olhar Muito Especial’. Integrantes da ONG ‘Instituto Muito Especial’ estavam presentes. A jornalista Mayara Maciel, responsável pelo texto final da obra, falou sobre a importância em escrever sobre os esportes para pessoas com deficiência.

“É um passo fundamental para o desporto paraolímpico. As outras gerações precisam ter conhecimento sobre as modalidades para pessoas com deficiência. O esporte é um nivelador de capacidade e uma ferramenta de inclusão”, disse Mayara.

O remador paraolímpico André de Souza falou da importância do trabalho do Instituto Muito Especial. “Precisamos divulgar o esporte para pessoas com deficiência. Essa iniciativa é fantástica”, disse o atleta do Flamengo.

“Precisamos de uma literatura voltada ao desporto paraolímpico. Os integrantes do instituto tiveram muitas dificuldades, mas conseguiram realizar um ótimo trabalho”, afirmou Jefferson Maia, presidente do Rio Quad Rugby Clube.

O remador Ronaldo Rodrigues e seus treinadores Adriana Vidal e Gauchinho, o ator Marcos Frota, o humorista Hélio de La Peña, os dirigentes da Associação Brasileira de Rugby em Cadeira de Rodas Luiz Cláudio Pereira (ex-atleta e atual presidente da ABRC) e Matias Costa (vice-presidente), o ex-nadador da classe S5 Mauro Bernardo, integrantes da Andef, do Instituto Benjamin Constant e do Instituto Brasileiro dos Direitos da Pessoa com Deficiência, repórteres do jornal Na Luta, entre outros, compareceram ao evento.

O blog vai publicar outras notinhas sobre o lançamento do livro.