quarta-feira, 12 de março de 2008

O samba enfrenta o zouk no Fut-7

Paulo Vitor Ferreira (pvesporte@gmail.com)

Quem disse que no Aterro do Flamengo só tem pelada? É lá que a equipe de Futebol de Sete do Instituto Brasileiro dos Direitos da Pessoa com Deficiência (IBDD) treina com a supervisão do técnico Paulo Cruz, da fisioterapeuta Márcia Fernandes e do preparador físico Marcel Maciel, os três da Seleção Brasileira da modalidade. Além disso, o local foi palco de um amistoso internacional nesta quarta-feira pela manhã. O IBDD recebeu o W.Connection F.C., terceiro colocado da Liga Profissional de Trinidad e Tobago em 2007 e duas vezes campeão nacional em apenas dez anos de existência. Os titulares do Instituto perderam por 2 a 1, gol de Wânderson para o time da casa.



Já a equipe reserva participou de um treino tático. Juninho fez um bonito gol durante esta segunda parte das atividades.



Comandado por Paulo Cruz, o IBDD jogou com a formação de futebol society, um atleta no gol e sete na linha: Chilavert, Augusto, Biggi, Mito, Zeca, Wânderson, Mateus e Pedro. Já a equipe suplente atuou com André, Wellington, Eudes, Vinícius, Juninho, Leandro Pereira 'Fotógrafo', Prisley e Rafael.





Sonho realizado pelos 'Savonnetta Boys'



O W.Connection registrou a rara oportunidade de enfrentar o time-base da Seleção Brasileira de Fut-7, ouro no Parapan do Rio-2007, através de sua equipe de jornalismo. O gerente de esportes do IBDD, Matias Costa, foi entrevistado pela bela diretora de Marketing do clube caribenho Renee John-Williams.



Conhecidos como 'Savonnetta Boys', os atletas do W.Connection mostraram muita simpatia e respeito pelo futebol brasileiro. Felipe agradeceu a oportunidade. "Obrigado por tudo", disse em português o atleta, que derreteu o coração da simpática fisioterapeuta Márcia Fernandes. Agora, a equipe de Trinidad e Tobago fará uma pré-temporada de 21 dias em São Paulo.

Nenhum comentário: