segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Célio de Barros é o palco do último dia de Meeting

Lídia Azevedo

Terminou neste domingo o segundo e último dia do Meeting Internacional Paraolímpico da Caixa. As provas de atletismo foram realizadas no Estádio Célio de Barros e contaram com a participação de 33 brasileiros, em 13 provas. O resultado: 20 medalhas colocadas no peito dos brasileiros. Destaque para os atletas Felipe de Souza Gomes, Terezinha Guilhermina, Antonio Delfino de Souza e Leonardo Amancio que chegaram em primeiro lugar.

Mas os bons resultados não ficaram somente com os atletas nacionais, duas estrangeiras se destacaram ao quebrarem os recordes mundiais de suas respectivas categorias. A atleta da Lituânia de Lançamento de Dardos, Ramune Adomaitiene, fez a marca de 33m78cm, superando o recorde da australiana Katrina Webb, que era de 28m47cm. Outra que bateu o recorde em terras brasileira foi a búlgara Stela Eneva, no Lançamento de Disco. Aliás, ela superou a própria marca ao fazer 33m99cm.

Antonio de Souza e Terezinha Guilhermina confirmaram o favoritismo e venceram as provas de 400m Masculino - T46 e 100m Feminino T11, respectivamente. Para ele, não teve maneira melhor de terminar a temporada.

"Um evento como esse para fechar o ano é sensacional. Estava a um ano praticamente sem correr os 400m, que é a minha especialidade e consegui essa vitória", disse Antonio, que já está com a cabeça em Pequim.

"Ainda não sei se vou ter natal e ano novo, quando chegar em Brasília conversarei com meu técnico e decidiremos. O meu objetivo é conseguir vaga para os 100, 200 e 400m nas Paraolimpíadas do ano que vem, vou treinar para isso".

Leonardo Amâncio, Lançamento de Disco Masculino - F57/58, ficou surpreso com o resultado, já que o trabalho que vem fazendo agora no final do ano não é tão pesado, e ele confessou não estar na sua melhor forma.


"Para quem começou a fazer o trabalho de base visando ao próximo ano, esse resultado foi ótimo", disse o atleta, que completou, "Participar de uma competição como essa, no período de preparação, é muito bom para saber como estamos".

A "zebra" ficou para a prova dos 100m T11, vencida pelo carioca Felipe de Souza, que superou o recordista Lucas Prado, que chegou em segundo lugar.

"Eu estou treinando já pensando no ano que vem, não sabia como estavam os meus adversários, como eles estavam se preparando, e foi muito bom chegar na frente do primeiro do mundo (Lucas Prado). Esse resultado me dá mais motivação para treinar e continuar a fazer bons resultados", comentou Felipe, que era só felicidade.

"A idéia era conquistar a medalha nos Parapan, mas infelizmente não deu. Agora é curtir essa conquista com a minha família que me dá muito apoio".

Nenhum comentário: