segunda-feira, 12 de novembro de 2007

BRASIL TEM NOVO DESAFIO NO MUNDIAL DE FUTEBOL DE SETE

Medalha de prata em Atenas-2004, a Seleção Brasileira de futebol de 7 confirmou presença nos Jogos Paraolímpicos de Pequim-2008. Mas mesmo com a vaga garantida, o Brasil lutará pelo inédito título no Mundial da modalidade. E joga as quartas-de-final contra a Irlanda, segunda colocada do grupo C, na terça-feira, às 10h30, no Complexo Esportivo de Deodoro, Vila Militar do Rio. A Ucrânia enfrenta a Inglaterra no mesmo dia, às 14h. Completam a rodada Irã x Escócia, às 9h, e Rússia x Holanda, às 16h. A Argentina, adversária brasileira na final do último Parapan-americano, perdeu para a Rússia por 5 a 0 e foi eliminada na primeira fase.

No Mundial, sete vagas ainda estão sendo disputadas para as Paraolimpíadas. Brasil, campeão parapan-americano, Ucrânia, campeã européia, e Irã, campeão asiático, confirmaram suas presenças nos Jogos de Pequim-2008, pois se classificaram entre as dez primeiras seleções da competição.
Comandada por Paulo Cruz, a Seleção Brasileira entra em campo com Marcos, Jean Rodrigues, Leandro Marinho, Fabiano Bruzzi, Renato Lima, Luciano Rocha e Zeca.





SELEÇÃO DÁ SHOW EM DEODORO

Mais um espetáculo. Pela terceira rodada do Mundial de Futebol de Sete, o Brasil goleou a Austrália por 5 a 0, gols de Luciano Rocha (2), Fabiano Bruzzi (2) e Zeca, nesta sexta-feira, dia 9, no Complexo de Deodoro. Desta forma, a Seleção Brasileira classificou-se como líder do Grupo B, com nove pontos. Agora, os craques tupiniquins esperam por seu adversário nas quartas-de-final, na terça-feira, às 10h30, dia do aniversário de Renato Lima.

O carinho da torcida e a presença da família incentivaram os jogadores. “É ótimo ver essa criançada pedindo autógrafo”, disse Leandro Marinho, que aprovou a alegria dos estudantes da Escola Municipal Sandro Moreyra (nome de um grande cronista esportivo) e de outros colégios, inclusive com a presença de alunos com deficiência. Leandro teve o apoio do filho Igor e de sua mulher Márcia na arquibancada.

Outro que adorou a tietagem infantil e a presença dos familiares foi Zeca. “Meu pai, Antônio Gonçalves, veio assistir ao jogo. Ele me deu apoio, desde quando comecei na escolinha de futebol do IBDD”, disse Zeca. O pai-coruja assinou embaixo as palavras do filho. “Ajudei-o a praticar esportes. Os próprios médicos recomendaram-lhe a prática.”
Comandado por Paulo Cruz, o Brasil entrou em campo com Marcos, Jean, Leandro Marinho, Fabiano Bruzzi, Luciano Rocha, Renato Lima e Zeca. Neste domingo, o Brasil enfrenta o Japão em amistoso preparatório para a fase final.

Jean aprova carinho da torcida
O zagueiro Jean também gostou de ver tanta criança pedindo autógrafo e a torcida aparecendo em maior número no Complexo Esportivo de Deodoro. “Estamos acostumados com torcida fora do país, mas isso vem mudando desde os Jogos Parapan-Americanos”, afirmou o camisa 2. Já Fabiano Bruzzi, o Bruzzi, espera que essa mesma torcida seja um fator de desequilíbrio contra os fortes adversários na fase final do Mundial. “O nosso sonho é o título da competição, que é inédito para o Brasil. Existem fortes adversários, como Ucrânia, Irã e outros, mas temos condições de conquistar o torneio”, disse o craque Fabiano Bruzzi, autor de dois gols.



BRASIL GOLEIA A AUSTRÁLIA NO MUNDIAL DE FUTEBOL DE SETE


Mais um espetáculo. Pela terceira rodada do Mundial de Futebol de Sete, o Brasil goleou a Austrália por 5 a 0, gols de Luciano Rocha (2), Fabiano Bruzzi (2) e Zeca, nesta sexta-feira, no Complexo Esportivo de Deodoro. Desta forma, a Seleção Brasileira classificou-se como líder do Grupo B, com nove pontos. Agora, os craques tupiniquins esperam ansiosamente por seu adversário nas quartas-de-final, terça-feira, às 10h30.

O carinho da torcida e a presença da família novamente incentivaram os jogadores. "É muito bom ver essa criançada pedindo autógrafo. As portas estão se abrindo para o esporte paraolímpico", disse um sorridente Leandro Marinho, que aprovou a alegria dos estudantes da Escola Municipal Sandro Moreyra (nome de um grande cronista esportivo) e de outros colégios, inclusive com a presença de alunos com deficiência. O craque Leandro teve o apoio de seu filho Igor e de sua mulher Márcia na arquibancada.

Nenhum comentário: