quinta-feira, 15 de novembro de 2007

BRASIL CAI DE PÉ NO MUNDIAL DE FUTEBOL DE SETE

“Não precisamos de mais nada”. Essa frase do zagueiro Bahman Ansari mostra bem o respeito dos iranianos pela Seleção Brasileira de Futebol de Sete, que foi eliminada nesta quinta-feira por estes adversários por 5 a 4 nas semifinais do Mundial da modalidade, no Complexo Esportivo de Deodoro. Luciano (dois) e Leandro Marinho (dois) marcaram os gols brasileiros. Agora, o Brasil disputa o terceiro lugar, no sábado, às 14h, contra a Ucrânia. O Irã enfrenta a Rússia na final.

“Esta foi a maior vitória da minha vida. Vou lembrar para sempre disso. Vencemos um grande time e na casa deles”, disse Bahman Ansari, aos prantos e agradecendo muito pela vitória, que não veio por acaso, segundo as informações do atleta. “O Governo do Irã dá muito apoio. Temos um campeonato regular com 16 clubes e 300 jogadores federados”, afirmou.

O técnico Paulo Cruz concordou que a infra-estrutura de países como Ucrânia (atual campeã mundial, paraolímpica e européia), Rússia (vice-campeã européia) e Irã (campeão asiático) é maior do que o Brasil. “As condições de trabalho desses países são melhores, mas nossos jogadores estão de parabéns”, disse.

Já o zagueiro Leandro Marinho reconheceu que o time não foi bem. "Eu errei algumas jogadas. Porém, sei que a comemoração dos iranianos após o apito final mostra o respeito deles pelo futebol brasileiro", afirmou o grande capitão.
O Brasil entrou em campo com Marcos, Jean, Leandro Marinho, Bruzzi, Zeca, Renato e Luciano. Substitutos: Wânderson e Pedro Índio.

Nenhum comentário: