domingo, 7 de outubro de 2007

Sem Clodoaldo, o Brasil brilha nas piscinas



São Paulo, SP - A segunda etapa nacional do Circuito Brasil Paraolímpico de Atletismo e Natação começou com tudo neste sábado, dia 6. Até o ministro do Esporte, Orlando Silva, esteve presente para assistir ao primeiro dia de competição, que acontece até domingo nas dependências do Ibirapuera. Os melhores atletas paraolímpicos do país e competidores também da Argentina e Uruguai participam do evento. Na natação, ocorreu um desfalque sério. O supercampeão Clodoaldo Silva lesionou o ombro esquerdo e não participou da etapa.

Porém, em uma atitude que justifica ter sido considerado pelos torcedores brasileiros como o terceiro esportista de maior confiabilidade no país, foi ao parque aquático torcer pelos colegas. "Preferia estar na piscinas, mas desta vez não deu", disse.

Apesar disto, o Brasil deu um show na modalidade. Daniel Dias, Adriano Lima, Edênia Garcia e André Brasil trouxeram muitas medalhas de ouro.“Com o resultado do Parapan e de uns dias de férias, agora voltamos aos treinos de maneira forte, com o pensamento voltado para a Paraolimpíada de Pequim", afirmou Andre Brasil após nadar - e ganhar - a prova de 100m livre S10. Na pista de atletismo do Complexo Esportivo do Ibirapuera, novo duelo nos 100m rasos entre as melhores velocistas cegas do mundo, Terezinha Guilhermina e Adria Santos, ambas da classe T11. Terezinha levou a melhor e garantiu mais um ouro para a sua coleção.

Neste domingo, dia 7, as atletas voltam a correr os 400m. Ainda na pista, Carlos Barto, da classe T11, bateu o recorde parapan-americano nos 800m, com o tempo de 2m01s76. Paulo Douglas Moreira também quebrou a mesma marca no lançamento de disco F35-36, com 35m55.Neste domingo, a partir das 8h, a competição continua na piscina e na pista do Complexo Esportivo do Ibirapuera. A entrada é franca.
Campeonato Universitário reúne quase cem atletas Nos mesmos locais do Circuito, o Comitê Paraolímpico Brasileiro realiza o Campeonato Universitário de Atletismo e Natação. Ao todo, 46 atletas universitários da natação e 48 do atletismo disputam as provas. O Campeonato já está no segundo ano e vale para a renovação da Bolsa Atleta do Ministério do Esporte.

Nenhum comentário: